Sobre a vida e a obra de Machado de Assis

Leia o texto "Sobre Machado de Assis", depois tente responder as perguntas sobre os fatos mais importantes da vida deste famoso literato e verifique quantas respostas acertou.

Sobre Machado de Assis



Joaquim Maria Machado de Assis nasceu dia 21 de junho de 1839, na cidade do Rio de Janeiro. O garoto pobre, filho de um operário mestiço chamado Francisco José de Assis e de Maria Leopoldina Machado de Assis, marcou a história da literatura brasileira. Ao contrário do que se imagina, a trajetória de Machado de Assis não o conduziu naturalmente para o mundo das letras. Ainda na infância o jovem “Machadinho”, como era carinhosamente chamado, perdeu sua mãe.


Durante sua infância e adolescência foi criado pela madrasta e a falta de recursos financeiros o obrigou a dividir seu tempo entre os estudos e o trabalho de vendedor de doces. Mesmo assim Machado já demonstrava possuir grande facilidade de aprendizado. Segundo alguns relatos – no tempo em que morou em São Cristóvão – aprendeu a falar francês com a dona de uma padaria da região.



images (2).jpg

 

Manuscritos de
Machado de Assis

 

 

 

 

 

 

 

 

A primeira edição de

DOM CASMURRO

 

 

20090313_182105.jpg

 



capa-bras-cubas-306.jpg

 

 

 

 

Este foi o primeiro romance da fase realista do escritor. Narrado por um “defunto autor”, o livro de 1880, foi responsável por Machado de Assis ser considerado um dos maiores escritores do mundo.

 

 

 

 

 

Este livro reúne quatro contos e um poema, publicados pela primeira vez entre 1875 e 1899: "Filosofia de um par de botas", "História Comum", "Ideias de Canário", "O Dicionário" e "Niâni".

 

 

 

CINCO_HISTORIAS_DO_BRUXO.jpg




O ano de 1881 foi marcante para a carreira artística e burocrática de Machado de Assis. Naquele mesmo ano, Machado tornou-se oficial de gabinete do ministério em que trabalhava e publicou o romance “Memórias Póstumas de Brás Cubas”, considerado de suma importância para o realismo na literatura brasileira.


        missa.jpg

             http://www.abril.com.br/imagem/capa-quincas-borba-306.jpg

Outros Livros

 

Histórias de Machado de Assis foram adaptadas para o cinema pelo menos 20 vezes nos últimos 70 anos, segundo um levantamento feito pela Academia Brasileira de Letras (ABL) em homenagem ao centenário da morte do escritor. Entre as mais famosas estão “Dom Casmurro”, "Memórias Póstumas de Brás Cubas" e “A Cartomante”.




Em 2008, o Museu da Língua Portuguesa, em São Paulo, inaugurou a exposição “Machado de Assis: mas este capítulo não é sério” para homenagear o centenário da morte do escritor. A mostra está dividida em capítulos, como um livro.

http://www.machadodeassis.org.br/

 

 

Lá na Academia Brasileira de Letras existe o Espaço Machado de Assis que é destinado à pesquisa e difusão do universo machadiano, contém cronologia, iconografia, bibliografia, estudos e artigos, obras digitalizadas, dentre outros materiais de grande interesse.

 

 

 

 

 

 

E no Plenarinho da Câmara dos Deputados  existe um material muito bom sobre Machado de Assis voltado para crianças, que oferece informações sobre Machado e suas obras de modo simples e atrativo.

 

 

 

http://www.plenarinho.gov.br/sala_leitura/galeria-de-escritores/quem-foi-machado-de-assis

 




Machado de Assis nasceu no Rio de Janeiro. Poucas vezes na vida saiu da cidade. Escolheu a capital fluminense para ser cenário da maioria de seus romances. Enfim, foi um carioca apaixonado. E, claro, tinha seus lugares preferidos.



Se você tem curiosidade de conhecer esses locais, vá lá no Googlemaps e procure: Academia Brasileira de Letras, Biblioteca Nacional, Café Lamas, Cais Pharoux, Confeitaria Colombo, Igreja de N. S. da Lampadosa, Jardim Botânico, Passeio Público, Rua do Ouvidor e Gabinete Português de Leitura.






Esta atividade foi desenvolvida por
Geíza Sales e Anna Friedericka
para o Projeto Permanecer UFBA/2013.
Janeiro de 2014.